Tradição

Oliveira do Douro é também terra de tradições e espaço onde a memória passada se mantém viva e honrada.

As décadas mais recentes da nossa história são o mote para homenagens como as que são prestadas anualmente por alturas do 25 de Abril, relembrando o golpe militar que pôs fim à ditadura e restabeleceu a liberdade e a democracia em Portugal, ou as prestadas aos combatentes que estiveram na Guerra Colonial.

De igual modo, patrimónios imateriais das nossas gentes, sejam nacionais ou locais, como o teatro ou o fado, são motivo de celebração e perpetuação, fazendo o Encontro de Teatro Garrett e as Noites de Fado perdurar esses marcos culturais.

O associativismo é celebrado em eventos como as Jornadas Oliveirenses e a juventude concelhia encontra-se na saudável competição dos Jogos Juvenis.

Finalmente, a festa popular. Seja nas Marchas de Gaia, por alturas do São João, seja a nível local, na Festa da Bifana, os petiscos e a música são motivo de encontro e alegria, havendo ainda espaço para o encontro com o sagrado, nas festas religiosas, como a de Santa Eulália e de São Tiago.